Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha

Por meio de nota, a Petrobras informou o reajuste de 4,5% foi influenciado pelo cenário internacional; aumento real no valor do gás pode ser de 2%.

Em comunicado ao mercado, a Petrobras informou nesta sexta-feira (3) que os preços do gás doméstico, ou seja, dos botijões terão reajuste de 4,5%. O reajuste no GLP residencial passa a valor do próximo domingo (5).  Em caso de repasse integram dos distribuidores aos consumidores brasileiros, significa que o botijão de gás ficará, em média, R$ 1,21 mais caro por unidade.

Em nota de justificativa ao novo reajuste do botijão de gás , a Petrobras informou que a medida é justificada pela conjuntura externa. "O reajuste foi causado principalmente pela alta das cotações do produto nos mercados internacionais, influenciada pela conjuntura externa e pela proximidade do inverno no Hemisfério Norte. A variação do câmbio também contribuiu".

A estatal informou ainda que o reajuste foi aplicado sobre os preços praticados nas refinarias sem incidência de tributos. Como a legislação brasileira garante liberdade de preços no mercado de combustíveis e derivados, o preço para o consumidor dependerá de cada distribuidora e revendedora. Em outubro, a estatal já havia reajustado o preço do gás de uso doméstico em 12,9%; em setembro dois reajustes foram anunciados pela Petrobras.

Fonte: IG

No início da tarde desta sexta-feira (03/11), recebemos em nossa redação a informação de que algumas casas da sede do município de Brejo Santo têm recebido a vista de um homem que pede doações.

De acordo com relatos de uma fonte que prefere permanecer no anonimato, um homem aparentando ter entre 50 e 60 anos, magro, altura mediana, pele morena, cabelos curtos, usando boné, bateu à porta de algumas residências pedindo doações para uma festa da Mãe Rainha e em alguns casos, para o Terço dos Homens. Nossa fonte, que faz parte de um grupo religioso, entrou em contato com outros grupos e constatou que não há, nesse momento, nenhuma campanha de arrecadação em andamento e que, quando existem, essas campanhas são elaboradas de uma forma que todos da paróquia são informados e as visitas domiciliares são realizadas por grupos, formados por pessoas conhecidas e participantes dos movimentos religiosos.

É importante que o maior número de pessoas tome conhecimento desse fato e avisem a parentes e amigos. Caso esse "senhor" bata à sua porta, entre em contato com a polícia através do 190.

Fonte: Blog do Farias Júnior